A área da biomedicina permite que o profissional formado atue em diversos segmentos, dentro de hospitais, clínicas, em pesquisas científicas, entre outros. Cada um deles possui sua relevância e fazem total diferença na vida dos pacientes, que em diversos casos passam por exames e aguardam os resultados que podem ser obtidos por biomédicos. Neste contexto, certas atuações que são pertinentes aos profissionais da biomedicina em ambientes hospitalares são de suma importância e merecem ser evidenciadas.

De acordo com o biomédico, docente e membro do Conselho Regional de biomedicina 3ª região (CRBM-3), Jhonathan Gonçalves da Rocha, o profissional da biomedicina dentro do ambiente hospitalar faz parte da equipe multidisciplinar e sua atuação vai depender da sua área de habilitação. "O biomédico pode estar trabalhando no laboratório, na parte de diagnóstico por imagem, ou então fazendo parte da comissão interna de controle da infecção hospitalar, na parte de autoria, ou na de controle de qualidade, área que vem ganhando grande projeção dentro da área hospitalar", explica.


O Conselho Federal de biomedicina expõe em seu próprio site as principais áreas que o biomédico ou biomédica podem atuar e algumas delas estão ligadas ao contexto hospitalar ou são desenvolvidas em hospitais, tais como:

- Análises Clínicas


Neste setor o biomédico poderá realizar exames de Análises Clínicas; encarregar-se da responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos; ser responsável por executar o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré-tranfussionais; assumir chefias técnicas, assessorias e direção destas atividades.


O biomédico, Jhonathan Rocha, ressalta que a maioria dos profissionais biomédicos do Brasil atuam na área de Análises Clínicas, principalmente na parte de avaliações laboratoriais. Ele considera essa predominância importante, já que 70% das decisões médicas são baseadas em avaliações laboratoriais, o que coloca os biomédicos e biomédicas que trabalham com Análises Clínicas em condição de destaque.

- Análises Bromatológicas


Esta é uma área que vem ganhando destaque no ambiente hospitalar, como ressaltou acima o biomédico Jhonathan, sobre o controle de qualidade. É na bromatologia, disciplina científica que estuda integralmente os alimentos, que os profissionais da biomedicina vão conhecer a composição qualitativa e quantitativa; o significado higiênico e toxicológico das alterações e contaminações, como e por que ocorrem e como evita-las; qual é a tecnologia mais apropriada para tratá-los e como aplicá-la; como utilizar a legislação; segurança alimentar; proteção dos alimentos e do consumidor; quais os métodos analíticos devem ser aplicados para determinar a sua composição e a sua qualidade.

Ou seja, a análise de alimentos é uma área muito importante no ensino das ciências que estudam alimentos, pois ela atua em vários segmentos do controle de qualidade, do processamento e do armazenamento dos alimentos processados.

- Citologia Oncótica


Neste caso, faz parte do trabalho do biomédico e biomédica as seguintes funções: realizar colheita de material cérvico vaginal e leitura da respectiva lâmina, exceto a colheita de material através da técnica de Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina (PAAF); fazer a leitura de citologia de raspados e aspirados de lesões e cavidades corpóreas, através da metodologia de Papanicolaou; atuar no setor de imunohistoquímica e imunocitoquímica, referente ao diagnóstico citológico; assumir responsabilidade técnica, firmando os respectivos laudos.

- Imagenologia


Quem escolhe a imagenologia na biomedicina irá auxiliar no diagnóstico médico. Apesar de não poder interpretar nem assinar laudos de diagnóstico, ao biomédico é permitido operar os equipamentos, além de desenvolver protocolos de estudos e técnicas. Sendo assim, o profissional irá atuar em Tomografia Computadorizada (TC), Ressonância Magnética (RM), Medicina Nuclear (MN), Radioterapia (RT) e radiologia médica, assim como se novas tecnologias e aplicações surgirem e forem aplicadas à área do diagnóstico por imagem e terapia.

O profissional da biomedicina ainda pode exercer seu trabalho no campo da informática médica, em que atua com o armazenamento e o gerenciamento das informações, dados e imagens, relacionadas à saúde. Geralmente, o especialista nesta área atua em hospitais e clínicas de diagnóstico por imagem, onde pode também ser coordenador (a) do setor.

No que diz respeito ao mercado nesta área, em entrevista para o Conselho Regional de biomedicina – 5ª região (CRBM-5), a delegada do CRBM-5 da Comarca de Pelotas (RS), Emiliana Claro Avila, ressalta: "Acredito que entre os profissionais habilitados para trabalhar em Imagenologia, o biomédico é o profissional mais capacitado, dentro das atribuições que lhe são permitidas. Acredito que cada vez mais temos sido requisitados para as vagas nesta área, principalmente nos grandes centros onde existem grandes hospitais com serviços de diagnóstico por imagem mais sofisticados. O reconhecimento acontece com o tempo e aqui no Sul ainda não somos muitos."

- Reprodução Humana


Embora seja uma área mais especifica, clínicas e hospitais especializados em Reprodução Humana contam com profissionais da biomedicina, e os mesmos desempenham funções como:

Identificar e realizar classificação de oocitária;


Processamento Seminal;


Espermograma;

Criopreservação Seminal;


Classificação embrionária;

Criopreservação Embrionária;


Biópsia Embrionária e Hatching;

Atuar em Embriologia. Realizar a manipulação de gametas, oócitos e espermatozóides e pré-embriões.

Além das áreas mencionadas acima, o biomédico Jhonathan ressalta que a biomedicina é uma área muito plural e dá possibilidade para diversas atuações profissionais. "Eu vejo que a cada dia mais nós temos o biomédico permeando várias áreas que tem relação com o ambiente hospitalar. Eu cito a parte de circulação extracorpórea, por exemplo, que é a perfusão uma das habilitações do profissional biomédico. Temos a gestão das tecnologias em saúde que é outra habilitação que tem tudo a ver com o ambiente hospitalar e está vinculada a qualidade dos serviços prestados. Então, é algo meio que natural e automática o profissional biomédico estar ocupando mais espaços dentro do contexto hospitalar em suas infinitas habilitações", enfatiza o profissional.


Portanto, se você já atua na área da biomedicina e quer aprofundar seu conhecimento em um segmento, seja ele na área de hematologia ou na de imagem e radiodiagnóstico, saiba que o biomedicina/" target="_blank">Instituto Monte Pascoal possui várias opções de pós-graduações para você escolher. Conheça e faça sua matrícula na especialização que você mais aprecia e se destaque no mercado de trabalho.


Fonte: Conselho Regional de biomedicina – 5ª região (CRBM-5), e Conselho Federal de biomedicina CFBM

Imagem: Envato Elements