Estão abertas as inscrições para a 17ª Turma do processo seletivo do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS-Avançado). As inscrições vão até dia 7 de junho. O curso é voltado para os profissionais da saúde que desejam se capacitar e estar mais preparados para situações de surtos, epidemias, desastres, catástrofes e outras ameaças à saúde pública nacional ou internacional.[p]
[p]A seleção para entrar no curso será dividida em três etapas: a primeira, com inscrição online e análise curricular; a segunda, de entrevista por videoconferência, entre os dias 20 de julho e 4 de agosto; a terceira, com participação dos aprovados na etapa anterior em curso intensivo em Epidemiologia Aplicada, entre 21 e 25 de setembro.

Essa capacitação oferecida por meio do EpiSUS-Avançado é considerada uma das principais para o provimento de respostas rápidas às situações e emergências de saúde pública em qualquer lugar do país, sendo que os profissionais em capacitação podem ser deslocados rapidamente. Compõem força de resposta em situações de surtos, epidemias, desastres, catástrofes e outras ameaças à saúde pública nacional ou internacional, em especial em áreas de fronteiras.

O treinamento é conduzido pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) com colaboração do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tem duração de dois anos presenciais, com exigência de dedicação exclusiva por parte do profissional, com sede de atuação em Brasília. Os selecionados com vaga homologada para o treinamento receberão uma bolsa no valor de R$ 5 mil mensais, por meio do CNPq.

Participantes do EpiSUS-Avançado


Podem participar do processo seletivo profissionais de nível superior em biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia, saúde coletiva/saúde pública, gestão em saúde pública/coletiva, e terapia ocupacional com pelo menos um curso de pós-graduação concluído em uma das seguintes áreas: epidemiologia, estatística, doenças infecciosas e parasitárias ou medicina tropical, infecção hospitalar, infectologia, medicina preventiva e social, medicina comunitária, saúde coletiva/saúde pública, saúde da família, saúde do trabalhador, vigilância em saúde, vigilância em saúde ambiental, vigilância epidemiológica, vigilância hospitalar, vigilância sanitária.

Profissionais de nível superior de outras áreas do conhecimento também podem se candidatar, devendo ter doutorado concluído nas mesmas áreas de pós-graduação acima especificadas.

Se você atua na área da saúde e ainda não possui pós-graduação comece a sua agora na Monte Pascoal são diversas especializações para você escolher, ampliar seus conhecimentos, agarrar as oportunidades que surgirem e sair na frente no mercado de trabalho.



Fonte: Ministério da Saúde

Imagem: Freepik