Trabalho realizado pelo CRBM-3 nos últimos meses obteve resultados positivos na quantidade de estabelecimentos fiscalizados e na redução da emissão de autos de infração

A fiscalização do Conselho Regional de biomedicina – 3ª Região (CRBM-3) abrangeu um significativo número de estabelecimentos de saúde em todo o Distrito Federal. O resultado positivo alcançado pela Gerência de Fiscalização do CRBM-3 nos últimos meses é consequência de um trabalho intenso promovido no DF onde também, a exemplo de outros estados da jurisdição, a meta é inovar as rotas e ampliar a extensão das localidades inspecionadas.

Fiscal biomédica na Seccional do CRBM-3 em Brasília, Enny Raquel Amaral é a responsável pelo cumprimento do itinerário na Capital e nas 31 regiões administrativas. Além da vistoria ela destaca a importância da orientação, uma das principais funções dos profissionais dessa área.

Os fiscais do CRBM-3 trabalham em tempo integral, que permite a melhor coordenação das ações, entre elas o acesso a empresas e estabelecimentos que exploram atividades biomédicas em regime de plantão.

Os procedimentos de fiscalização são amplos e ao mesmo tempo específicos. "Constam na ficha de verificação: o Certificado de Responsabilidade Técnica (CRT) em local visível; o Alvará Sanitário válido; se o estabelecimento possui o Procedimento Operacional Padrão (POP) atualizado e em local de fácil acesso; o Plano Gerenciamento de Resíduos Sólidos aprovado; a validade e as condições de armazenamento dos reagentes e kits; as condições adequadas de limpeza, dentre vários outros itens verificados", enumera Enny Raquel.

Especificamente no que diz respeito à fiscalização, o trabalho é valioso porque tem foco no combate ao exercício ilegal, na orientação ao profissional e na observância da legislação. Ou seja, o objetivo é defender a saúde pública e a sociedade contra os serviços ilegais. O Conselho Regional de biomedicina tem poder de polícia e a missão de fiscalizar a atividade, punir os maus profissionais, disciplinar os limites da atuação e o registro das habilitações.

Fonte de texto: www.crbm3.gov.br