A maioria dos cânceres ligados ao vírus do papiloma humano (HPV) são evitáveis, de acordo com um relatório publicado na revista Morbidity and Mortality Weekly Report, publicada pelos U.S. Centers for Disease Control and Prevention.

Usando dados de registos nacionais do câncer, os analistas do CDC buscaram por tumores que tinham conexões com o HPV. Eles descobriram uma média anual de 38.793 de tais cânceres, no período de 2008 a 2012. Quando os pesquisadores examinaram atentamente estes casos, eles confirmaram a ligação HPV em 79% deles (30.700). A agência estima que mais de 28.500 destes teriam sido preveníveis com a vacinação recomendada contra o HPV.

O câncer do colo do útero nas mulheres e o câncer de orofaringe em homens, foram os responsáveis pela maior parte dos cânceres associados ao HPV diagnosticados de 2008 a 2012. Os brancos tiveram maiores taxas de câncer oral e garganta do que negros e hispânicos. No entanto, as mulheres hispânicas e negras eram mais propensos a ter câncer cervical do que as brancas. O estado americano com a maior taxa de câncer cervical foi West Virginia; taxa de Vermont foi a menor.

Segundo os autores do artigo, a cobertura total de vacinação da população dos EUA poderia impedir cânceres futuros ligados ao HPV e, potencialmente, reduzir as disparidades raciais e étnicas na incidência de tumores associados ao HPV.

Fonte: Boa Saúde

Fonte da imagem: Google