É uma alteração neuromuscular do esfíncter da cárdia, o que provoca dificuldade na passagem dos alimentos do esôfago para o estômago pela perda progressiva dos movimentos peristálticos e da capacidade de relaxamento do esfíncter esofágico inferior, ou seja, a cárdia.

Sinais e Sintomas

-Disfagia prolongada
-Azia/pirose
-Dor retrosternal
-Vômitos
-Regurgitação
-Salivação
-Emagrecimento

Tratamento

O mais eficaz é através de uma injeção local de toxina botúlica por meio de endoscopia. Outro muito utilizado é a dilatação esofágica com balão.

Outras Considerações:

Foi descrita pela primeira em 1674.

Imagem: Sistema Gastrointestinal

Fonte: As doenças Raras