Um estudo mostrou que 10 cm a mais na circunferência abdominal aumenta em 13% o risco de desenvolver tipo mais agressivo da doença.

Homens com cintura larga correm maior risco de desenvolver tipos mais agressivos de câncer de próstata. A conclusão é de um estudo apresentado durante a Conferência da Obesidade na Europa, realizada em Gothenburg, na Suécia.

Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, acompanharam 140.000 homens, na faixa dos 50 anos, de oito países europeus, durante 14 anos. Neste período, houve cerca de 7 mil casos de câncer de próstata, dos quais 934 foram fatais.

Os resultados mostraram que homens com um alto índice de massa corporal (IMC) e cintura larga corriam um risco maior de desenvolver câncer de próstata de alto risco. Por exemplo, homens com cintura de 94 cm tinha 13% maior risco de câncer de próstata agressivo do que aqueles com 84 cm de cintura.

Segundo Aurora Pérez-Cornago, da Universidade de Oxford, o estudo mostrou que a associação entre o tamanho do corpo e o câncer de próstata é complexa e varia conforme a agressividade da doença. Umas das possíveis explicações para essa relação seriam os hormônios causadores de câncer presentes nas células de gordura.

Apesar dos resultados, ainda são necessários mais estudos para comprovar tal associação. De qualquer forma, a autora recomenda que os homens mantenham um peso saudável e, se possível, percam medidas na cintura.

"Manter um peso saudável pode ajudar homens a reduzir o risco de outros tipos de câncer incluindo câncer do intestino", afirmou Thea Cunningham, da ONG Cancer Research UK, à rede britânica BBC.

Fonte: VEJA

Fonte da Imagem: Google