Em apenas uma semana, Pernambuco confirmou mais 1.922 casos de arboviroses e registrou 6.100 novas notificações de casos suspeitos das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Nesse mesmo período de sete dias, o estado descartou outros 2.079 casos de dengue, febre chikungunya ou vírus da zika. Os dados integram o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

A dengue foi responsável por mais da metade dessas novas confirmações de arboviroses no estado: são 1.117 casos confirmados a mais com relação ao boletim anterior, divulgado no dia 18 de maio de 2016. Quanto ao vírus da zika, o número de pacientes que tiveram o diagnóstico confirmado permaneceu inalterado, com 23 confirmações no estado.

Com relação à febre chikungunya, Pernambuco registra mais 805 casos confirmados. A doença já resultou na morte de 22 pessoas no estado. A maior parte dos óbitos ocorreram no Recife, com 10 vítimas, mas também foram registradas três mortes em Jaboatão dos Guararapes e duas no munícipio de Timbaúba, além de um óbito em cada uma das seguintes cidades: Camaragibe, João Alfredo, Nazaré da Mata, Paulista, Toritama e Vitória de Santo Antão.

Ainda sobre os óbitos por arboviroses no estado, dos 226 casos suspeitos notificados até 21 de maio, Pernambuco mantém em seis o número de confirmações para dengue, além de ter descartado uma suspeita. Os demais casos estão em investigação. Em 2015, no mesmo período, foram 38 óbitos suspeitos de dengue e 14 com resultado laboratorial positivo para essa doença.

O boletim da SES mostra ainda que mais 2.079 suspeitas das arboviroses foram descartadas em Pernambuco. A maior parte dos casos descartados foi de dengue (1.474 descartes), seguida da chikungunya, com 605 suspeitas descartadas. Em uma semana, nenhuma suspeita da zika foi descartada.

Números de cada arbovirose

Neste ano, de 3 de janeiro e 21 de maio, Pernambuco notificou 75.997 casos da dengue em 184 municípios e no distrito de Fernando de Noronha, com a confirmação de 15.768 deles e descarte de 18.023 suspeitas. O último boletim da secretaria, divulgado no dia 18 de maio, registrou que 73.678 casos da doença estavam sendo investigados, dos quais 14.591 pacientes tiveram diagnóstico confirmado da doença e 16.549 suspeitas foram descartadas.

Com relação às notificações de chikungunya, Pernambuco conta com 30.684 casos suspeitos, dos quais 6.342 foram confirmados e 8.093 descartados, em 184 municípios e em Fernando de Noronha. No boletim anterior divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, foram 27.015 notificações, com 5.537 confirmações e 7.488 suspeitas descartadas, em 178 cidades do estado e em Fernando de Noronha.

Também foram notificados, em 146 municípios do estado e em Fernando de Noronha, 9.852 casos suspeitos do vírus da zika. Desses, o número de confirmações se mantém em 23, assim como o de casos descartados, que continua em 171. No último boletim da secretaria, foram registradas 9.740 notificações no estado.

Fonte: G1

Fonte da Imagem: Google