Estudo americano com 60 058 participantes revelou que homens com altura abaixo da média tem cinco parceiras sexuais ao longo da vida, enquanto os de estatura maior têm sete ou oito relações.

A ciência comprovou que, para as mulheres, o tamanho realmente importa - ao menos no que se refere à altura. De acordo com um estudo feito por psicólogos americanos, homens mais baixos que a média têm menos parceiras sexuais que os de altura mediana ou mesmo os muito altos. A razão para isso, de acordo com a pesquisa, publicada na última edição do periódico científico Evolutionary Psychology, é que elas preferem parceiros ligeiramente mais altos que elas.

"Nossos resultados confirmam que a altura é relevante no mercado amoroso. É possível que, para a maioria das mulheres, exista um certo 'limiar mínimo de altura', acima do qual elas vão considerar um homem um parceiro em potencial", explica o psicólogo David Frederick, professor da Universidade Chapman, nos Estados Unidos, e líder do estudo. "Por isso, homens acima desse limite terão um número similar de parceiras."

Oito parceiros - O estudo analisou a relação entre peso, altura e histórico sexual de 60 058 homens e mulheres heterossexuais entre 30 e 44 anos nos Estados Unidos. De acordo com os resultados, o número médio de parceiros sexuais, tanto para homens quando para mulheres, é de oito parceiros desde o início da vida sexual. No total, 58% dos homens e 56% das mulheres afirmaram ter mais de cinco parceiros sexuais e 29% dos participantes do sexo masculino e 23% do sexo feminino tiveram relações sexuais com mais de 14 pessoas diferentes.

Contudo, os homens mais baixos que a média (entre 1,57 metro e 1,64 metro) relataram ter apenas cinco parceiros sexuais. Homens entre 1,65 metro e 1,86 metro e os considerados muito altos (a partir de 1,87 metro) têm, em geral, de uma a três parceiras a mais que os baixinhos.

Em relação ao peso, homens que têm o Índice de Massa Corporal (IMC) médio ou elevado relataram ter o maior número de relações sexuais. Os muito magros - tanto homens quanto mulheres - relataram ter poucos parceiros.

Segundo os pesquisadores, as causas dessa coincidência podem ser duas: sinais excessivos de magreza causam a impressão de problemas de saúde e, por as mulheres mais magras serem consideradas mais atraentes, elas são mais seletivas - tendo, portanto, menos relações sexuais.

Fonte: Veja