Com as mudanças que vêm acontecendo no mundo da medicina e da genética, uma profissão ganha cada vez mais destaque no mercado de trabalho: a Biomedicina. O biomédico identifica, classifica e estuda os microrganismos causadores de enfermidades e procura medicamentos e vacinas para combatê-las. Faz exames e interpreta os resultados de análises clínicas, para diagnosticar doenças, e análises bromatológicas, para verificar contaminações em alimentos. Esse profissional trabalha em hospitais, laboratórios e órgãos públicos de saúde, fazendo pesquisas e testes. Atua em parceria com bioquímicos, biólogos, médicos e farmacêuticos.

Para ser biomédico você deve ter capacidade de assimilar grandes quantidades de informação e relacioná-las de forma coerente. É preciso também acompanhar e se adaptar às novas descobertas que provocam mudanças em teorias sobre a medicina que antes eram tidas como verdades absolutas. Curiosidade, perseverança e capacidade crítica são as habilidades que levarão o profissional da área a obter resultados e avaliá-los.

Muitos especialistas estão apostando na indústria farmacêutica como um dos segmentos mais promissores dos próximos anos. Nele, o biomédico atua na pesquisa e na produção de medicamentos. Pode fazer esse trabalho em laboratórios de análises clínicas, institutos tecnológicos e de pesquisas, além de universidades e escolas. Mas a profissão está cada vez mais em evidência graças a projetos na área da genética como o Genoma, que ocupa lugar de destaque em todo o mundo, devido a importância dos benefícios que a descoberta dos códigos do DNA pode trazer para a humanidade.

Fonte: Universitário