O futuro da medicina promete: em poucos anos, doenças como câncer, infarto agudo do miocárdio e Alzheimer, já poderão ser detectadas por meio de um hemograma. Confira 5 curiosidades que correm nas veias (sangue)

No corpo humano, circula, em média, 5 litros de sangue. Para distribuir esse volume pelo organismo, o coração bate cerca de 70 vezes por minuto. A cada batida o coração bombeia aproximadamente 90 mililitros de sangue, que percorrem cerca de 96.500 quilômetros de veias e artérias em um minuto.

O sangue circula a uma velocidade média de 2 km/h. Mas, ao sair do coração, na aorta, uma artéria que começa no coração e termina perto da região genital, pode atingir a velocidade de 108 km/h. Pode parecer muito, mas o sangue perde feio para o espirro, que chega a atingir 150 km/h.

Ele é vermelho porque suas células contêm hemoglobina, uma proteína responsável por transportar o oxigênio. Ele é vermelho vivo nas artérias e escuro nas veias.

É fabricado na medula óssea, que produz 200 mililitros de sangue por minuto. O sangue do tipo O é conhecido como o "doador universal". E o do tipo AB, "receptor universal". O portador do tipo O pode doar sangue para qualquer indivíduo. Mas só pode receber sangue do mesmo tipo.

O termo hemograma completo é redundante. Afinal, não existe hemograma incompleto. Quando o médico quer avaliar os três componentes, pede hemograma. Se quisesse saber como estão as hemácias, pediria um eritrograma. No caso dos leucócitos, leucograma. E, no das plaquetas, um plaquetograma.

Fonte: Revista viva saude