É no verão que as micoses tendem a aparecer mais. Para quem frequenta praias e clubes com piscina, a chance de contrair a infecção aumenta consideravelmente.

A micose é uma infecção produzida por fungos capazes de degradar a queratina, proteína da pele, utilizando-a como fonte de sobrevivência. A transmissão acontece por meio do contato direto com quem já contraiu a doença, com animais, com o solo ou com objetos contaminados.

A associação da doença com o verão ocorre porque o fungo transmissor se reproduz mais rapidamente em ambientes quentes e úmidos, segundo o dermatologista Domimberg Ferreira.

— A areia pode funcionar como superfície de contaminação, já que hospeda os esporos, que são as formas de resistência dos fungos no ambiente — explica o especialista.

A micose pode ser dividida em superficiais ou profundas.

Superficiais: são as mais comuns e penetram nas camadas externas da epiderme.

Profundas: podem ultrapassar a pele e atingir órgãos internos do corpo.

Como prevenir?

- Secar bem o corpo depois do banho, principalmente os pés e a virilha.

- Não permanecer com roupas molhadas por muito tempo.

- Usar preferencialmente roupas de algodão e evitar os tecidos sintéticos.

- Não andar com os pés descalços em locais públicos.

- Não compartilhar objetos pessoais, como toalha, roupas de banho, instrumentos de manicure, pentes e escovas.

Fonte: Zero Hora