Homens e meninos devem evitar o consumo de soja por causa de hormônios feminilizantes? Esta informação, de fato, procede? Vamos entender.

A soja é um alimento altamente nutritivo. Contém, entre vários componentes, proteína, carboidratos e gordura boa, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol.

Além disso, é capaz de sintetizar um componente importante, que se chama isoflavona, que é um fitoestrogênio. O que isso significa? Simples: fitoestrogênio é um produto de origem vegetal que tem a estrutura química muito parecida com a do estrogênio, que é o hormônio feminino, produzido pelos ovários das mulheres.

A molécula da isoflavona, portanto, é química e estruturalmente muito semelhante ao estrogênio. Mas não é o próprio estrogênio. Importante saber que para que os hormônios possam funcionar corretamente, eles tem que "grudar" em seus receptores específicos nas células. O estrogênio tem um receptor que é só dele. O temor, portanto, é que a isoflavona, por ser muito parecida com o estrogênio, seja capaz de aderir ao seu receptor e provocar os efeitos semelhantes ao deste hormônio feminino, como o aparecimento de seios, por exemplo. Só que não é bem assim que acontece na prática.

Vários estudos demonstraram que homens e crianças podem consumir a soja ou derivados sem receio. Nos homens, não se constataram quaisquer alterações na fertilidade ou na produção de hormônios masculinos. Ao contrário, algumas pesquisas observaram que a isoflavona poderia ter efeitos benéficos no sentido de proteger contra o câncer de próstata. Nas crianças, também não houve quaisquer evidências de comprometimento do crescimento ou desenvolvimento, e nem do surgimento de características do corpo feminino.

As pesquisas apontam, portanto, que o consumo diário da soja é seguro. Claro que todo alimento deve ser consumido com moderação e sem exageros. Inclusive os saudáveis como a soja. Também é importante, claro, variar a alimentação todos os dias para que possamos aproveitar ao máximo as qualidades nutritivas específicas de cada um.

A soja é um alimento seguro e saudável. Evite a monotonia alimentar e tenha muita saúde!

Fonte: Bem Estar