Crimes Cibernéticos

Com o avanço e a popularização do computador e da Internet, observa-se um crescente aumento dos crimes cibernéticos. Neste cenário, surge a Informática Forense que é a uma disciplina, integrante da criminalística, que tem como objetivo principal determinar a materialidade e autoria de ilícitos referentes à área de informática, tendo como questão principal a identificação e o processamento de evidências digitais em provas materiais de crime, por meio de métodos técnico-científicos, conferindo-lhes validade probatória em juízo.

Atualmente, os principais exames forenses de informática são:

Exames e procedimentos em locais de crime de informática: responsáveis pelo mapeamento, identificação e correta preservação dos equipamentos computacionais, a fim de permitir melhor seleção do material apreendido em locais de crime, durante cumprimentos de mandatos de busca e apreensão.

Exames em dispositivos de armazenamento computacional: tratam da análise de arquivos, sistemas e programas instalados em diversos dispositivos de armazenamento. Os materiais questionados mais comuns nesse tipo de exame são os discos rígidos, pen drives, cartões de memória, disquetes, CDs, DVDs, Blu-Rays, entre outros. Entre os principais crimes relacionados a este tipo de exame estão a pornografia infanto-juvenil, fraude de documentos e sonegação fiscal.

Exames em sítios da Internet: investigações em sítios disponíveis na Internet são freqüentes, principalmente, quando estes apresentam conteúdo relacionado a calúnia e pornografia infanto-juvenil. Assim, este tipo de exame geralmente tem o escopo de verificar o conteúdo e determinar os responsáveis pela publicação das informações contidas no sítio.

Exames em mensagens eletrônicas (emails): têm como escopo central identificar o responsável pelo envio de uma mensagem de correio eletrônico criminosa, como aquelas que contêm suposta calúnia e/ou difamação. Sendo assim, a Informática Forense abrange várias subáreas de conhecimento da Computação, como sistemas operacionais (principalmente sistemas de arquivos), redes de computadores, segurança da informação, banco de dados, entre outras.

Fonte: INSTITUTO DE CRIMINALÍSTICA > Informática Forense