O que é furúnculo?

O furúnculo é uma infecção dos folículos pilosos da pele que resulta numa pequena coleção de pus e de tecido necrosado (morto), a qual, em casos severos, pode desenvolver-se em abscessos. Pode ocorrer em qualquer região da pele, mas tem preferência pelo pescoço, face, axilas, nádegas e virilhas, regiões de maior sudorese e fricção. A bactéria causadora inicialmente penetra no folículo piloso e causa uma infecção superficial na pele, mas depois se espalha pela região em volta. A lesão típica é caracterizada por um centro amarelado contornado por uma região avermelhada, endurecida e muito dolorosa, principalmente se tocada. O tamanho do furúnculo depende da profundidade da infecção e é tanto maior quanto mais profunda a infecção.

Chama-se furunculose à ocorrência simultânea de vários furúnculos ou à recorrência deles. Quando o furúnculo adquire um grande tamanho, passa a ser chamado de carbúnculo.

Quais são as causas dos furúnculos?

Os furúnculos em geral são causados por uma bactéria conhecida como Staphylococcus aureus. Ela pode se espalhar pelo organismo quando, ao coçar a lesão, o indivíduo faz com que seja eliminado pus, que vai infectar outros folículos próximos. Os casos de furunculose e carbúnculo ocorrem principalmente em pessoas predispostas à infecção, como desnutridos, diabéticos e imunodeprimidos.

Quais são os principais sinais e sintomas dos furúnculos?

Formação de um abscesso avermelhado, endurecido, de tamanho médio. Dor, principalmente quando pressionado. Em geral, o furúnculo se rompe espontaneamente e elimina o pus e o tecido necrosado nele contido e, então, uma mancha escura aparece no local da infecção.

Como diagnosticar os furúnculos?

O principal dado diagnóstico vem da observação direta da lesão cutânea. Algumas vezes os exames laboratoriais de cultura podem ser necessários para estabelecer o diagnóstico diferencial da doença.

Como tratar os furúnculos?

Os furúnculos demandam sempre o uso se antibióticos locais ou sistêmicos, mas algumas medidas de ordem geral devem também ser observadas, tais como: a região deve ser limpa duas ou três vezes por dia com uma solução desinfetante e podem ser aplicadas compressas quentes e úmidas de água com sal no local, pois elas ajudam o abscesso a perfurar ("vazar" seu conteúdo). Contudo, nunca esprema ou fure um furúnculo, pois a infecção pode se propagar por via sanguínea e, se for localizado no rosto, pode se propagar para o cérebro.

Como evoluem os furúnculos?

Geralmente, a evolução é favorável, sem maiores problemas. Dentro de algum tempo, o furúnculo se rompe espontaneamente, a dor desaparece e a ferida cicatriza. Complicações sérias podem ocorrer quando as bactérias se disseminam pela corrente sanguínea e infectam outros locais no corpo, como os ossos (osteomielite), a parede interna do coração (endocardite) ou o cérebro (meningite ou trombose de vasos sanguíneos cerebrais). Os furúnculos não tratados e que apresentam complicações graves podem levar à morte.

Como prevenir os furúnculos?

Não há muito a fazer para prevenir-se a ocorrência dos furúnculos, a não ser os cuidados gerais de higiene, mas pode-se evitar que eles se espalhem e ocasionem complicações: Usar antibiótico para tratar os furúnculos existentes, sempre que o médico achar adequado o seu uso. Fazer constante limpeza da pele com substâncias antissépticas ao redor de um furúnculo. Lavar as mãos após lidar com as lesões. De preferência, usar luvas plásticas. Usar sempre toalhas limpas, renovando-as com frequência. Trocar pelo menos semanalmente as roupas de cama e diariamente as roupas íntimas. Não esprema os furúnculos, porque isso pode fazer com que as bactérias se disseminem pela corrente sanguínea. Especial cuidado deve ser observado com furúnculos localizados no rosto, cujo material infectado é drenado para vasos do cérebro, podendo gerar complicações graves.

Fonte: abc.med.br