Usando blocos de construção biológicos encontrados em células vivas, pesquisadores criaram um material com movimento próprio.

Primeiro os pesquisadores fizeram um gel composto de microtúbulos – filamentos rígidos de polímero que, em células vivas, agem como trilhos - guia para a cinesina, a ‘proteína motora’ que se desloca pelos cabos do microtúbulo movida pelo ATP, o combustível celular. "É como um pneumáico", compara Zvonimir Dogic, físico da Brandeis University em Waltham, Massachusetts, que comandou o estudo. A adição de um pequeno polímero à mistura encorajou os microtúbulos a formarem agregados e a criarem uma rede móvel. Os pesquisadores descobriram que gotículas de água contendo esse gel deslocavam-se continuamente – em uma emulsão de óleo e em superfícies planas – sem forças externas.

Cada molécula de ATP desloca uma molécula de cinesina oito nanômetros para a frente, ao longo do trilho de microtúbulos. Com milhares de cinesinas passando por vários microtúbulos, uma gotícula que tem 100 micrômetros de diâmetro começa a rolar espontaneamente quando toca uma superfície plana.

"É um avanço impressionante por causa do movimento produzido em macro-escala", declara Raymond Goldstein, biofísico da University of Cambridge, no Reino Unido.

Em uma série de videos, como os apresentados [no link abaixo], Dogic e sua equipe registraram os estágios cíclicos pelos quais agregados de microtúbulos crescem, se curvam, torcem, quebram e crescem de novo. Eles também descobriram que a movimentação dos fluídos aumentava com concentrações maiores de ATP.

Físicos teóricos e bioquímicos que estudam esses ‘fluídos ativos’ estão encantados com a criação, na vida real, de um sistema comparativamente simples no qual é possível testar as teorias que há muito ficam confinadas a simulações, apesar de existirem alguns modelos experimentais de sistemas. Sriram Ramaswamy, físico do Instituto Tata de Pesquisas Fundamentais em Hyderabad, na Índia, espera que com o avanço das pesquisas a partir do trabalho da equipe de Dogic, esse novo sistema sustente ideias teóricas sobre fluídos ativos e que possa até "fazer coisas que nós, teóricos, não antecipávamos".

Fonte: Scientifc American Brasil