O colesterol é encontrado em todas as células do corpo humano. Esta substância possui um aspecto gorduroso e é fundamental para a formação da mielina, das membranas celulares, para a síntese de hormônios como o estrogênio e o testosterona, para a digestão de alimentos, para a produção da bile, metabolização de vitaminas como a A, a D, a E e a K, entre outras coisas.
Pode-se dizer que tal elemento possui duas origens, uma exógena e outra endógena. Quando o colesterol é produzido pelo próprio organismo dizemos ser de origem endógena. Quando é algo adquirido, possui origem exógena. Os alimentos são fontes de colesterol, sendo que o fígado também sintetiza naturalmente uma grande parte para o corpo.

Devido ao aspecto gorduroso esta substância não consegue se dissolver na água. Para se locomover pelo organismo é necessário, portanto, um meio de transporte. Quem realiza esta função são as lipoproteínas produzidas pelo fígado. As mais importantes são a HDL, a VLDL e a LDL. Estas siglas remetem a termos em inglês, sendo que HDL significa "High density lipoprotein", VLDL significa "Very low density lipoprotein" e LDL significa "Low density lipoprotein".

O nível de colesterol é quem controla a produção das lipoproteínas. Quando ele é proveniente de gorduras trans ou de gorduras saturadas é a produção de VLDL e de LDL que é estimulada. Quando vem de gorduras insaturadas é a produção de HDL que é estimulada.

A LDL, assim como a VLDL, favorece o acumulo de colesterol em células, promovendo com isto o entupimento de vasos e de artérias. Já a HDL faz um papel inverso, ou seja, retira a substância das células, inclusive das placas arteriais. Popularmente a LDL é chamada de colesterol ruim, enquanto que a HDL recebe o nome de colesterol bom.

Atualmente é possível medir os níveis de colesterol e verificar a existência de problemas cardíacos através de testes realizados em conjunto. Exames de triglicerídeos, de colesterol HDL, de colesterol LDL e de colesterol devem fazer parte da rotina de todos os indivíduos, principalmente dos enquadrados na população de risco.

Crianças e adolescentes são submetidos aos testes quando parecem ser possíveis portadores de doenças cardíacas. Todos precisam fazer exames regularmente, de forma a manter o corpo monitorado. Uma série de doenças pode ser evitada quando precocemente detectada. Um quadro perigoso pode ser revertido através de simples medidas, portanto, cuidar da saúde é fundamental. Uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos são os maiores aliados que um indivíduo pode ter.

Fonte: Saúde medicina