DNA do toque (Touch DNA) é assim denominado o material biológico das cenas de crime onde a vítima ou acusado deixa seu DNA através do toque em objetos e suas células epiteliais ficam ali depositadas. Este DNA quase sempre está em quantidade e qualidade muito pequena e somente com um excelente método de coleta o exame pode ter um resultado satisfatório.

Nestes casos o método recomendado é o de Duplo Suabe. Nele o Perito Criminal deve coletar sobre a superfície com o 1º suabe umedecido e logo em seguida com o 2º suabe seco para retirar todo o material biológico depositado.