Apesar de a droga vegetal (planta seca e triturada) ser facilmente identificada de forma preliminar por testes químicos rápidos (Reação com Fast Blue B Salt, Teste de Duquenois-Levine), plantas frescas, sobretudo as jovens, e frutos isolados, podem gerar resultados duvidosos e até negativos nos testes preliminares.

Nestas situações, bem como naquelas em que a análise química confirmatória necessitar ser complementada pelo exame Botânico, o Perito Criminal deverá ser capaz de reconhecer as características morfológicas relevantes para a identificação de C. sativa.