A perfusão ou circulação extracorpórea (CEC) é o procedimento no qual se substitui temporariamente as funções dos pulmões e do coração enquanto estes órgãos ficam excluídos da circulação, através de máquinas, aparelhos, circuitos e técnicas.
O objetivo é desviar o sangue do coração direto para um sistema mecânico que o filtra, promove a sua oxigenação e regula a sua temperatura substituindo as funções dos pulmões. Quando transformado em sangue arterial, regressa à circulação sistêmica com o auxílio de uma bomba, que substitui a função do coração.

A CEC não apenas substitui as funções cardiopulmonares mas, ao mesmo tempo, preserva a integridade celular, a estrutura, a função e o metabolismo dos órgãos e sistemas do indivíduo durante operações complexas e demoradas.

Quais as funções do perfusionista?

-Planejar, preparar, analisar e utilizar meios tecnológicos em perfusão cardiovascular;
- CEC convencional em adultos pediátricos e infantis;
- Dispositivos de bombeamento sanguíneo;
- Filtração sanguínea;
- Trocas gasosas; Dispositivos de trocas gasosas (oxigenadores);
- Hemodiluição; Preservação miocárdica; Técnicas de hipotermia;
- Circuitos de perfusão; Técnicas de conservação de sangue;
- Manejo da coagulação;
- Reaproveitamento sanguíneo peri-operatório;
- Hemofiltração/hemoconcentração;
- Meios de assistência cardio-respiratória.

Fonte: Biomedicscience