Artigo Publicado no Jornal Diário da Manhã de domingo 13 de outubro de 2013.


Cuidado: o DNA está de olho em você!


"Genética Forense é a área do conhecimento que trata da utilização dos conceitos e das técnicas em genética e biologia molecular no auxílio à justiça. A molécula de DNA, que sozinha é invisível a olho nu, está em qualquer célula do corpo humano.Esta característica possibilita, teoricamente, que seja possível determinar quem eteve na cena de crime a partir de qualquer material biológico.
Dentre os principais vestígios encontrados no local de crime pode-se destacar: sangue, esperma, cabelo, saliva e outros. Nos Laboratórios Forenses, Peritos Criminais realizam procedimentos complexos para identificar estes materiais biológicos e individualizar a amostra, ou seja, dizer de quem é aquele DNA e, consequetenmente, quem deixou ali aquele vestígio.
A determinação da autoria é um dos procedimentos mais importantes e também mais difíceis em uma investigação criminal, porque necessita da prova material. Desde 2010, com a criação do Estado de Goiás do Laboratório de DNA Forense, tomou-se possível aumentar o índice de reolução de crimes com determinação de autoria. Estupros, Homicídios, Identificação de Cadávers são exemplos de crimes que podem ser solucionados com o Exame de DNA. Tudo que é tocado na cena de crime deixa ali o DNA de quem o fez.
Para se chega a índices ideais de crimes resolvidos pela polícia goiana ainda é necessário desenvolvimento tecnológico, investimento na Polícia Científica, concurso público, aprimoramento do material humano e valorização profissional. Só assim poderemos ter uma Sociedade mais justa e menos violenta."